Pesquisar

Artigo
Saiba quais são etapas de uma obra.

Principais etapas de uma obra

Após a compra do terreno, é o momento de pensar na construção de sua residência. É importante que, nesse processo, você conte com o auxílio de um arquiteto. É ele quem vai elaborar o projeto arquitetônico da sua construção, orientando procedimentos relacionados às instalações elétricas e hidráulicas. Lembrando que é só após a conclusão desse projeto, ou seja, a finalização das etapas de uma obra, que se pode fechar um orçamento final contendo todas as despesas.

Mesmo que, atualmente, existam softwares que façam o orçamento de obras, como o Server, é importante que você saiba quais são etapas de uma obra e como é feito o orçamento de uma construção. Fique atento a esse artigo da Chatuba e veja como a construção de sua residência será conduzida.

Veja quais são as etapas de uma obra!

Tudo sobre as etapas de uma obra.

1. Projeto arquitetônico

O projeto arquitetônico é o ponto de partida para os demais procedimentos de construção civil. Por meio dele, são conduzidas as demais etapas de uma obra e é definido o orçamento da construção.

Nessa etapa, busque por escritórios de arquitetura com projetos arquitetônicos bem sucedidos. Lembre-se de que o preço desse serviço pode variar de acordo com o tamanho da área a ser construída (de R$20/m² a R$500/m²).

O arquiteto te fará uma visita, a fim de identificar o seu perfil ou da sua família. Após essa reunião, ele desenvolverá um projeto prévio, contendo uma planta baixa (desenho da construção feito a partir do corte horizontal de 1.5m), uma planta humanizada (desenho da construção com cores e texturas) e uma planta em 3D com detalhamentos.

2. Definição do orçamento da obra

O mais indicado é não tentar definir o orçamento por conta própria. Quem não é especializado em obras, pode encontrar dificuldade para calcular a quantidade exata de material que será utilizado na construção. Para não correr o risco de comprar o número errado de materiais, entre em contato com um engenheiro civil ou um arquiteto. Certamente, um desses profissionais irá te ajudar quanto à elaboração do projeto de construção e à quantidade de peças necessárias para a obra.

3. Contratação da mão de obra

Independentemente se a construção de sua casa seja de pequeno ou grande porte, é fundamental contar com uma equipe de profissionais capazes de executar o projeto. Muitas pessoas acreditam que a contratação de uma empresa de construção civil aumenta o custo da obra. O que é um grande engano, pois é apenas com o acompanhamento de um engenheiro e a experiência de mestres de obras que é possível conduzir uma obra, minimizando os gastos com materiais de construção e evitando acidentes provocados pelo amadorismo. É válido ressaltar que a contratação do engenheiro é imprescindível, de acordo com as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

4. Legalização da obra

Não basta contratar uma empresa de construção civil, é preciso também verificar se obra está legalizada. Existem alguns procedimentos que você deve considerar antes de prosseguir com a construção.

Anotação de Responsabilidade Técnica: documento do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA) em que o engenheiro civil ou o arquiteto se responsabiliza junto ao CREA pelos projetos e pela execução da obra;

projeto arquitetônico: o projeto arquitetônico deve ser aprovado junto à secretaria de urbanismo do município;

alvará de construção: só é liberado se o projeto arquitetônico for aprovado e taxas forem pagas;

CVCO/HABITE-SE: quando a obra for concluída, deve ser solicitada à secretaria de urbanismo uma vistoria de conclusão de obra, para verificar se a construção foi feita de acordo com o que foi aprovado no projeto arquitetônico;

alvará da prefeitura: com esse documento você dá prosseguimento à execução da obra. O alvará da prefeitura garante que a construção foi aprovada pela autoridades técnicas do município. Além disso, ele define o prazo da obra e o responsável pela construção.

5. Preparação do terreno

Dependendo do relevo do seu terreno e da quantidade de desníveis que ele possuir, você precisará fazer o aterramento do local. Inicialmente, será preciso limpar toda a área, retirando a vegetação. Depois, será necessário projetar uma barreira no aterro, como um muro de arrimo. O aterramento poderá ser feito com terra do nível mais alto do terreno ou, caso precise de mais, ela deverá ser comprada.

Além do aterramento, a equipe de profissionais de sua obra também precisará cuidar da fundação do terreno. Nesse processo, a casa será marcada com o gabarito de madeira, tendo como base o projeto arquitetônico. Em seguida, são abertas valetas por onde passarão as ferragens e será depositado o concreto. Após 28 dias de secagem, dá-se início aos serviços de erguimento das paredes.

6. Vedação

Por meio da alvenaria de vedação a equipe da obra construirá paredes para dividir os ambientes internos dos externos. Blocos de concreto, blocos cerâmicos, drywall (gesso acartonado), tijolos e painéis pré-moldados, que são utilizados na vedação, deverão estar ligados por colunas concretadas. Os vergalhões auxiliarão na ligação entre todas essas estruturas.

7. Construção do telhado

A construção do telhado é dividida em duas partes: estrutura (engradamento), que funciona como o esqueleto do telhado, e cobertura (telhas), que compõe a superfície de proteção da casa.

O telhado da laje de concreto ou telhas cerâmicas deverá estar ajustado à estrutura das paredes por que são elas quem absorverão o seu peso. O formato do telhado precisa favorecer o escoamento da água da chuva e garantir o equilíbrio térmico e acústico no interior da sua moradia.

8. Instalações

São variados os tipos de instalações que precisarão ser feitos em sua residência. Contudo, destacamos aqui os dois principais.

Instalação elétrica: a contratação de um eletricista é fundamental para dar início à instalação elétrica. É ele quem, além de montar as caixas de passagem e de ligação, vai instalar os eletrodutos. Nesse tipo de instalação, serão empregados quadros de distribuição, tomadas, pontos de luz e interruptores. Ou seja, todos os componentes necessários para fornecer luz à sua residência;

instalação hidráulica: neste caso, o bombeiro hidráulico é quem ficará responsável pelo pela ligação entre as estruturas para a passagem de água. Ele utilizará cavaletes para conectar a água da rua à casa. Em seguida, o profissional colocará a caixa d’água em um ponto alto de sua residência. O bombeiro cuidará também das tubulações que passarão por baixo do piso da casa. Portanto, é muito importante que ele seja orientado por um projeto que indique onde as instalações deverão ser feitas.

9. Acabamento

Na finalização das etapas de uma obra, é hora do acabamento. Nesse momento, serão colocados os pisos, as louças, os forros, os revestimentos, entre outros. Embora o acabamento esteja ligado à finalização da obra, é muito importante que você tenha cuidado com a escolha dos materiais que serão empregados nesta etapa. O acabamento pode interferir diretamente no resultado final da construção de sua residência. Se for mal empregado, ele compromete todo o trabalho feito até então.

10. Entrega

No fim da obra de sua casa, os arquitetos, os engenheiros e os demais profissionais deverão revisar tudo o que foi construído. Eles precisarão checar o funcionamento das instalações, fazer inspeções em todos os cômodos da residência, preencher formulários e marcar uma visita de vistoria em sua residência.

Chatuba presente na construção de residências

Ao conversar com os profissionais responsáveis pela construção de sua residência, lembre a eles de que você preza por produtos de qualidade em todas as etapas de uma obra. Com a Chatuba, você tem acesso a materiais de construção de altíssima qualidade e com preços atrativos. Entre em contato com uma das lojas de materiais de construção da Chatuba no RJ e conheça nossas condições de pagamento!

Links úteis:
materiais de construção RJ
loja de material de construção
Chatuba materiais de construção

Fechar